terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Encontro de Jesus com João Batista - 2



"Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo..."

Leia aqui a passagem bíblica correspondente (Jo 1, 29-34)

Essa é uma das frases da Sagrada Escritura que mais me tocam. João Batista, que pela primeira vez encontrou-se com Jesus ainda quando os dois estavam no ventre de suas mães, encontra-se agora com Ele às margens do Rio Jordão - e o aponta, com a força de suas palavras:

Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

Desde aquele encontro ainda cada qual no ventre de sua mãe, João Batista viveu para Jesus. Toda a sua vida foi dedicada a Ele, a preparar as pessoas para que pudessem receber Jesus. Para alertar aquele povo que o Messias seria diferente daquele que todos esperavam...

O que os olhos de João viram naquele dia, às margens do Rio Jordão,  para fazer tão importante proclamação?  Ele viu o Cordeiro... simbolo de um animal puro, cheio de simplicidade, bondade, mansidão, inocência - que era oferecido em sacrifício pela expiação dos pecados do povo de Israel. Os olhos aguçados de João previam até onde o Amor e a Missão de Cristo o levariam - até a cruz, onde por nós derramaria todo o seu Sangue.

Os olhos de João também viram o Cordeiro da Ceia Pascal... aquele que satisfazia a necessidade de sustento de seu povo. O Cristo é o Cordeiro que satisfaz todas as nossas necessidades espirituais, que pode saciar nossa sede de Deus, que pode curar as nossas feridas.

Os olhos de João viram o Cordeiro... o animal manso, que se deixa abater. O Cristo se ofereceu por nós, não foi obrigado por ninguém - ele se ofereceu por Amor... Amor a mim e a você.

Os olhos de João reconheceram em Cristo o Messias, aquele que todo o povo de Israel esperava. Aquele que iria rasgar o véu do templo de alto a baixo, abrindo para os homens, purificados pelo Seu Sangue derramado, a porta do céu e o olhar misericordioso do Pai.

Todos os discípulos que estavam com João Batista ouviram essa proclamação... e a partir daí, alguns se dispuseram a seguir o Cordeiro.

Hoje nossos ouvidos ouvem essa proclamação nas celebrações da Santa Missa. Nessa hora, levantamos nossos olhos para o Cordeiro, o Cristo Eucarístico, que se oferece por nós de uma vez por todas... Que nossos olhos consigam ver, em cada celebração, Aquele que morreu por Amor a cada um de nós. Ele, que está ali, vivo no meio de nós, ressuscitado, no altar, se oferecendo cheio de Amor. Na Hóstia Consagrada está Jesus, "rosto divino dos homens, rosto humano de Deus."

E como os discípulos de João que foram atrás de Jesus, que nós possamos também reconhecer que há um Caminho à nossa disposição. Um Caminho que significa Vida Nova, que nos leva a Comunhão com Deus, uma comunhão que pode transformar nosso coração com sua mansidão.

É para nós um tempo de graça: olhar para Jesus, que nos leva a presença do Pai, pois pelo Sangue do Cordeiro não há mais cortinas nem véus... Deus se revelou para nós. O céu se abriu e o Sol da Justiça brilha sobre nós.


Nenhum comentário: